O que é gestão de resíduos industriais e como planejar?

Postado em 22/10/2020



A indústria alimentícia é uma das que mais cresce no Brasil. Ao mesmo tempo, é uma das que mais gera resíduos. Assim, esse setor deve ter uma preocupação especial com esses resíduos gerados, para que não afetem o meio ambiente e não prejudiquem as pessoas. Por isso, no conteúdo de hoje, vamos explorar a importância do gerenciamento desses resíduos na indústria dos alimentos.
 
Em 2019, o faturamento da indústria de alimento cresceu 6,7%, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia), totalizando R$ 699,9 bilhões, o que representou 9,7% do Produto Interno Bruto (PIB). Esse dado nos mostra o quanto esse setor está em uma crescente no nosso país e, também, quanto maior o crescimento, maior a produção.
 
Durante esse processo de fabricação, muitos resíduos são gerados. Entre os mais comuns desse setor, estão: efluentes industriais das lavagens de equipamentos e abates; resíduos sólidos, que, em sua maioria, são orgânicos ou recicláveis.
 

O que á a gestão de resíduos?

Podemos entender a Gestão de Resíduos Industriais como um conjunto de práticas administrativas voltadas para os resíduos industriais gerados, com a elaboração de um plano de gestão.
 
O gerenciamento de resíduos é uma área multidisciplinar, que inclui as atividades das áreas administrativa, financeira, jurídica, de planejamento e de engenharia, que visam a soluções para a redução, o reaproveitamento e o descarte adequado dos resíduos industriais gerados.
 
Esse plano de gestão de resíduos, por sua vez, é obrigatório pela Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Essa lei define as “diretrizes relativas à gestão integrada e ao gerenciamento de resíduos sólidos”, e, ainda, demonstra as maneiras corretas, do ponto de vista ambiental, para manusear os resíduos, englobando a geração, o acondicionamento, o armazenamento, o transporte, o tratamento, a reciclagem e a destinação desses resíduos.
 
Você pode gostar de:

Desafios da implementação da gestão de resíduos

A implementação da gestão de resíduos industriais apresenta alguns desafios que precisam ser superados. Entre eles, podemos citar:
 
• Adequar a cultura organizacional.
• Disseminar um pensamento sustentável.
• Entender todas etapas da gestão de resíduos.
• Continuar as receitas com menor impacto ambiental.
 
Porém, a adoção de um sistema de gestão de resíduos eficaz pode significar melhoria no rendimento da empresa, diminuição do volume de resíduos, redução do consumo de matérias-primas, além da garantia de uma boa imagem e de uma boa reputação da empresa perante seu público.

Dicas de como fazer a gestão de resíduos

Para a montagem de Plano de Gerenciamento de Resíduos Industriais, as empresas podem seguir um passo a passo simples:
 
1. Realizar um diagnóstico: identificar os pontos fortes e fracos, as oportunidades e as ameaças para a empresa, além de detalhar todos os resíduos industriais que são gerados, bem como os processos que os geram, entre outros tópicos.
 
2. Verificar a legislação: como a implementação desse plano é obrigatório por lei e regulamentado por órgãos ambientais, a legislação deve ser estudada, para que os pontos estejam presentes no planejamento final.
 
3. Estudar o conteúdo de um plano de gestão de resíduos industriais: em geral, é composto por descrição, diagnóstico, identificação dos responsáveis, ações de prevenção e de correção, metas e objetivos, periodicidade, budget etc.
 
4. Validar com a alta administração: depois que o plano for estudado, escrito e planejado, chega a hora de apresentá-lo à direção e aos colaboradores da organização e de validá-lo com a administração.
 
Contudo, ressalta-se que é válido procurar por uma consultoria ou uma empresa externa, com colaboradores especializados na área, por exemplo, com título de especialista da pós-graduação EAD em Tecnologia de Alimentos
 

Compartilhe essa notícia