Para onde vão os impostos que pagamos?

Postado em 30/03/2021



Só no ano passado foram coletados mais de R$ 2 trilhões em impostos, segundo o portal Impostômetro. Entre os brasileiros, porém, a dúvida persiste: para onde vai esse dinheiro todo? Nosso desafio é tentar explicar para onde vai o dinheiro dos impostos arrecadados.
 
Boa leitura!

O que são impostos?

Impostos são tributos obrigatórios coletados pelo governo e não têm um destino predeterminado, ou seja, é o Estado quem determina onde os impostos serão empregados.
 
Pode parecer algo negativo, mas a verdade é que, sem os impostos, nenhum país conseguiria se desenvolver e oferecer serviços de qualidade para a população, cuidando assim de suas demandas básicas. Pelo menos, esse é o cenário ideal, onde há investimento da população e investimentos reais, e o governo devolve em serviços e benefícios necessários para a qualidade de vida do povo. 
 
Além disso, a inadimplência, ou seja, não pagar os devidos impostos pode acarretar punições legais e multas.

Quais são os impostos cobrados no Brasil?

Os impostos no Brasil são arrecadados de acordo com algumas especificidades, sendo divididos em impostos federais, impostos estaduais e impostos municipais. Veja alguns exemplos de cada categoria:
 
Impostos federais: IOF (Imposto sobre Operações Financeiras); IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física e IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica).
Impostos estaduais: ICMS (Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual, Intermunicipal e de Comunicação); IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores).
Impostos municipais: IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana); ISS (Imposto sobre Serviços); ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Intervivos).
 
Você pode gostar de:

Para onde vão os impostos?

Em tese, os impostos pagos pelos cidadãos e coletados pelas entidades governamentais têm o objetivo de manter as necessidades básicas da população, tais como geração de empregos, mobilidade e transporte público, habitação, segurança pública, educação e saúde.
 
Assim, o destino dos impostos é variado. O valor arrecadado fica a encargo dos governos, para cobrir as demandas citadas acima, em prol do bem-estar da população. 
 
De acordo com o site da Receita Federal, o dinheiro é utilizado pelo Governo Federal, e parte dele retorna para os estados e municípios, segundo determinações e critérios previstos em lei. 
 
Gostou do conteúdo? Compartilhe as informações relevantes com seus amigos.
 
pós em gestão
 
 

Compartilhe essa notícia