Liderança: qual o papel do gestor organizacional

Postado em 01/07/2020



Gerenciar uma equipe, um departamento ou uma empresa é um grande desafio. Muitas vezes, grande parte do sucesso de um empreendimento depende do trabalho de gestão. 
 
São diversas as responsabilidades assumidas pelos gestores organizacionais, que podem variar de acordo com a especificidade de cada departamento, equipe, empresa ou área gerenciada, envolvendo:
 
• prever e planejar cenários, de modo que sejam otimizados;
• definir metas e objetivos a serem cumpridos;
• organizar os diversos recursos;
• controlar números e avaliar resultados.
 
Podemos perceber o quanto a atividade de gestão demanda um profissional especializado e preparado para estar à frente dessas e de outras questões. Por isso, ao idealizar um processo administrativo, devemos sempre apontar a importância de um profissional com perfil de liderança, e por quê?
 
Porque liderança e motivação estão sempre juntas: se o profissional que assume um cargo de gestão tem o perfil de liderança, os colaboradores terão mais confiança e motivação de exercer suas funções.
 
Porque liderança e comunicação devem caminhar juntas: um líder que tem uma comunicação clara, direta e de mão dupla conquista a confiança da equipe.
 
Porque liderança é um fator importante para o marketing pessoal: se pensarmos que o marketing pessoal é uma ferramenta que trata da reputação de uma pessoa, e que a reputação é peça-chave para relacionamentos com credibilidade e legitimidade, então, ter um perfil de liderança também influi em como você vai se relacionar com sua equipe. 
 
Veja também:
 

Líder x Chefe

Neste momento, precisamos evidenciar que, hoje em dia, se você almeja se tornar um gestor de sucesso, deve saber a diferença entre líder e chefe, para não confundir esses papéis:
 
• Chefe: é aquele profissional que ocupa um cargo de autoridade, porém, vê sua equipe como simples subordinados, e, ainda, exerce seu poder com base em ordens.
• Líder: designa um profissional que está à frente de uma equipe e que a enxerga como colaboradores de um processo. Por isso, trabalha engajando todos os componentes da equipe, geralmente com discursos motivacionais. 
 
Então, fique atento! Liderar tem o potencial de gerar resultados positivos mais do que chefiar. Aliás, existem vários tipos de líderes e é essencial conhecer cada um deles, assim você pode se autoavaliar e decidir qual linha vai seguir no dia a dia do seu trabalho. 
 
Contudo, o fator mais importante para ser um bom gestor é sempre renovar e atualizar os conhecimentos, por meio de uma Pós EAD em Gestão, por exemplo, já que as tarefas e as funções inerentes à gestão organizacional apresentam diversos desafios. Afinal, gerenciar pessoas e conduzir processos envolvem muitos fatores.