Dependência digital: o que é e quais os sinais

Postado em 25/03/2021



Os avanços tecnológicos trouxeram diversos aspectos positivos para a vida das pessoas e para a sociedade. Todavia, a tecnologia também pode representar consequências desastrosas se utilizada de maneira inadequada, levando à dependência digital
 
Segundo uma pesquisa do Google, chamada Nosso planeta Mobile: Brasil, 73% dos brasileiros acessam a internet todos os dias pelo smartphone. Grande parte alega nunca sair de casa sem ele. Além disso, o Brasil ocupa o 5º lugar no ranking mundial de tempo gasto com o aparelho.
 
Em muitos casos, esse uso pode virar excessivo e ser uma ameaça para a saúde e o bem-estar de uma pessoa, causando dependência digital.

O que é dependência digital?

Dependência digital se refere à situação de uso abusivo das tecnologias digitais, e esse uso abusivo tem reflexo na vida pessoal, social e profissional da pessoa. Nesse sentido, a dependência digital acontece quando há uma necessidade incontrolável de utilizar dispositivos digitais, como smartphones e videogames. 
 
De todo modo, ainda há embates quanto à caracterização da dependência digital como uma doença. Existe um grupo que a considera um transtorno comportamental, ao passo que outro grupo a qualifica como uma patologia. 
 
Outro termo muito utilizado e que tem relação com o uso doentio dos aparelhos é nomofobia. Trata-se do medo inconsciente de perder o acesso ao celular e ficar incomunicável. 
 
Há quem argumente que a nomofobia seja apenas um sentimento de ansiedade comum em pessoas que estão dependentes do celular. 
 
Você pode gostar de:

Quais os sinais da dependência digital?

Existem alguns sinais que podem apontar para uma possível dependência de eletrônicos. De acordo com o site Dependência de Internet, criado pelo Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (IPq – HCFMUSP), estes podem ser alguns sinais:
 
• Passar mais tempo online do que com pessoas “reais”, como familiares, amigos ou outras pessoas do seu convívio.
Perder o controle de quanto tempo fica navegando na internet, e mesmo quando tenta, não consegue diminuir a frequência e o tempo de acesso.
Ficar ansioso, entediado ou irritado quando está desconectado, com melhora ao voltar a se conectar.
• Aumentar o tempo gasto na internet, apesar dos esforços em contrário.
• Tentar disfarçar ou mentir acerca de quanto tempo passa online.
• Não sentir prazer em atividades que não requerem internet.
• Sentir falta do virtual ao ficar um tempo desconectado, com a necessidade de se conectar o quanto antes para saber o que está acontecendo.
 
Segundo o IPq – HCFMUSP, estes são alguns indícios que podem apontar para uma dependência digital. 
 
Nesses casos, a ajuda e o acompanhamento de profissionais da saúde são indispensáveis para todo aquele que apresentar esses sintomas de dependência digital. 
 
 
pós em saude
 

Compartilhe essa notícia