Mercado de trabalho: como será a busca por profissionais pós-pandemia

Postado em 26/05/2021



O que nos espera no futuro ainda é um mistério, porém, existem algumas projeções e análises realizadas por profissionais como tentativa de desvendar o dia de amanhã.
 
A pandemia foi e ainda é uma grande causadora de mudanças, ou, pelo menos, foi uma aceleradora de processos que já estavam em andamento. Por exemplo, a inserção em massa do conhecido home office, isto é, do trabalho a distância.
 
Segundo a Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise Covid-19, publicada na Agência Brasil, só no início da pandemia, o home office foi adotado por cerca de 46% das empresas.

Vamos ver três tendências do mercado de trabalho do pós-pandemia.

Soft skills

Habilidades diretamente relacionadas com inteligência emocional serão bem-vindas num cenário pós-pandemia. Na verdade, essas habilidades já são bem vistas no mercado de trabalho, e a tendência é que elas estejam cada vez mais em evidência. 
 
São habilidades como: capacidade de lidar com problemas, empatia, resiliência, criatividade e ética.
 
Além das soft skills, o mercado tende a valorizar habilidades como:
• capacidade de se comunicar em diferentes plataformas;
• criatividade com foco em inovação;
• eficiência e gestão do tempo durante as atividades;
• pensamento crítico e autonomia;
• capacidade de análise e de julgamento nas tomadas de decisão;
• inteligência emocional.
 
Leia mais:

Espírito ágil

A agilidade organizacional está cada vez mais presente no cotidiano das empresas, dado  o ambiente em que estamos inseridos, que exige cada vez mais agilidade na tomada de decisões.
 
“Na abordagem ágil, os planos são simplificados por necessidade, devido à ausência de requisitos e de um escopo bem definido. Eles são constantemente ajustados, as mudanças são constantes e aceitas, e os riscos envolvem a análise dentro dos pequenos ciclos de entrega sprint”, comenta o Prof. Kleber Ramos, coordenador do  curso de Pós EAD em Gerenciamento Ágil de Projetos, da São Camilo.

Especialização

Antigamente, a graduação era o que bastava para que o profissional se diferenciasse no mercado de trabalho. Contudo, com a maior acessibilidade à primeira etapa da educação superior, ter um diploma de graduação é um requisito, e não um diferencial.
 
Assim, quando pensamos em diferenciação no mercado de trabalho, a constante atualização profissional é o que vem em mente. Logo, a tendência é que as pós-graduações sejam cada vez mais bem-vistas no mercado pós-pandemia. 
 
Vantagens da Pós EAD:
 
• Garantir diferenciais competitivos.
• Aumentar a sua empregabilidade.
• Conseguir melhores oportunidades profissionais.
• Ampliar a sua network (rede de contatos).
• Obter novos conhecimentos específicos.
• Flexibilidade de horários: o EAD se encaixa na sua rotina.
• Melhor custo-benefício.
• Certificado credenciado pelo e-MEC.
 
pós são camilo
 
Gostou do post? Então, compartilhe essa informação com seus colegas, para que eles se preparem para o mercado de trabalho pós-pandemia.
 
 

Compartilhe essa notícia